Macroregiões do MS sofrem com 85% da superlotação dos leitos de UTI do SUS

Com o grande número de casos do covid-19, as UTI’S estão lotadas e a Capital e Dourados já registram alto número de internados.

As duas maiores macrorregiões de Mato Grosso do Sul, de atendimento público de saúde, Campo Grande e Dourados, registram 85% de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do SUS (Sistema Único de Saúde), de acordo com os dados do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde, desta quinta-feira (21).

Em seguida, a macrorregião de Corumbá, registra taxa de ocupação de 71% e, na macrorregião de Três Lagoas, de 59%.

Em apenas 24 horas 1.064 casos foram confirmados para a Covid-19. Com isso, o Estado passa a ter 154.121 sul-mato-grossenses que foram infectados pelo vírus.

Os números da SES (Secretaria de Estado de Saúde) revelam que, pelo segundo dia consecutivo, 18 pessoas vieram a óbito em um dia no Estado e, com isso, 2.741 mortes por coronavírus foram registradas do início da pandemia até agora.

Em tratamento, 12.409 pessoas estão em isolamento social, enquanto que 552 estão hospitalizadas, sendo que 281 estão em leitos clínicos (182 na rede pública e 99 na rede privada) e 271 em leitos de UTI, com 195 pelo SUS e 76 nos hospitais privados do Estado. Até o momento, 138.419 pessoas estão recuperadas da doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *