Deputados em debate com demais Estados pedem mais transparência de dados

O Estado do Mato Grosso do Sul ainda apresenta o menor número de óbitos em relação aos outros Estados que vem aumentando as taxas contra o Covid-19. O gerenciamento feito pela Casa de Leis tem colaborado para elaboração de um plano de ação conjunta das 27 casas legislativas do país, alinhado em reunião virtual da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), os deputados do Estado participaram de uma reunião ao vivo na última segunda-feira (8),com parlamentares de outros Estados que enfrentam a calamidade causada pelo Covid-19.

Participaram os deputados Lídio Lopes (PATRI) e Herculano Borges (Solidariedade), representando a ALEMS.

Na pauta desta e de reuniões anteriores, algumas medidas desenvolvidas para amenizar os impactos da pandemia, como, por exemplo, envio de boletins diários sobre as ações nos estados, reuniões de secretarias temáticas (Defesa do Consumidor, Saúde, Segurança, Mulheres), reuniões do colegiado de presidentes das 27 Casas Legislativas, criação e abastecimento de banco nacional de leis relacionadas à Covid-19, reuniões entre parlamentares do Mercosul sobre combate à violência doméstica, tráfico de pessoas e violência contra a mulher, diante dos números agravados nos últimos meses.

Houve, também, articulação dos legisladores junto à União para viabilizar o adiamento do Enem e a produção de materiais, com apoio da Secretaria Nacional de Política para Mulheres, com regramento e incentivo a candidaturas femininas nas eleições municipais de 2020.

Nesse encontro, também foi discutido envio de solicitação para que o Governo Federal disponibilize mais informações e dê transparência aos dados relacionados à pandemia, publicados pela Ministério da Saúde, dado seu caráter essencial para o planejamento de ações e políticas públicas nos estados. Os parlamentares têm buscado, desta forma, ampliar atuação legislativa para melhor atender os anseios da sociedade, de maneira plural e responsável.

“Assim como a ALEMS, a Unale não teve outra alternativa a não ser adotar sessões virtuais, por meio de aplicativos. Dessa maneira, podemos acompanhar as medidas tomadas pelo Brasil e discutir como podemos atuar e fomentar isso em cada Assembleia Legislativa. Esse encontro participativo foi de salutar importância, com cada deputado trazendo suas demandas, os dados locais, e indicando aquilo que podemos melhorar para contribuir com nosso Estado e com os demais”, resumiu o deputado e vice- presidente, Lídio Lopes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *