A carne bovina ainda é a vilã dos preços altos segundo PROCON

Com a alta do preço dos combustíveis, naturalmente as mercadorias que chegam à mesa do cidadão também tendem a ficarem mais caras. A população já sente uma alta no preço dos alimentos há meses e diante deste cenário, o Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor “PROCON TL” realizou uma pesquisa de preços dos itens da cesta básica.

Entre os dias 04 e 09 deste mês, os fiscais do órgão percorreram sete principais redes de supermercados de Três Lagoas para identificar a variação de preços e orientar os consumidores onde há mais vantagens em comprar.

Conforme a pesquisa, um dos maiores vilões do preço alto continua sendo a carne bovina. Os cortes de primeira (sem identificar qual corte) sofrem uma variação de até R$ 10,00 por quilo ao comparar os estabelecimentos que tem o menor  e o maior preço. Este item pode ser encontrado desde R$ 29,98 a R$ 39,99 por quilo.

A caixa de 1 litro de Leite longa vida também está mais cara. Num determinado estabelecimento este produto é vendido por 3,69, sendo o preço mais baixo entre todos.

Outro supermercado vende este mesmo item a R$ 9,39, ou seja, 254% mais caro. O arroz tipo 1 de 5 kg, o pacote de feijão 1 kg, a dúzia do ovo branco, o quilo do tomate e o sabão em pó vêm na sequência dos produtos que tem a maior diferença de preços entre os sete supermercados pesquisados.

O assessor especial do PROCON, Luiz Akira Otsubo, reflete que “o consumidor precisa ter o hábito de pesquisar antes de ir às compras, pois, diante do constante aumento do preço das mercadorias, o orçamento pode apertar e ter problemas na hora de encher o carrinho”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *