Feriado se aproxima e autoridades de Três Lagoas nada fazem para maior inibição do avanço do COVID19

Em todo o MS o aumentos do Covid19 estão sendo noticiados e os municípios se reuniram com o presidente da Assomasul para tomarem medidas mais restritivas nos próximos dias do feriado de Corpus Christie mas Três Lagoas não se manifestou e apenas promotores emitiram uma carta pedindo que a população colabore.

O Comitê da Covid19 não se manifestou sobre quais serão as medidas restritivas que o município tomará como redução do horário de toque de recolher, se haverá proibição de bebidas alcoólicas nas ruas, aumento de efetivo de fiscalização dentre outras medidas até como barreiras sanitárias.

CARTA DO PROMOTOR DIVULGADA:

Os promotores chamam atenção para os 16 mil casos confirmados de Covid registrados
do início da pandemia até agora, e para as 399 mortes em decorrência da doença.
Na carta, os promotores alertam para os números de casos positivos registrados
diariamente e para a taxa de ocupação dos leitos de UTI que atingiu 100% neste
domingo. Além disso, 7 pessoas aguardam em leitos na UPA da cidade de Três Lagoas.

“Se não houver esforço de toda comunidade de imediato para reduzir a transmissão do
vírus, pessoas poderão morrer na fila à espera de um leito hospitalar”, ressaltam os
promotores, alertando, inclusive, para prejuízos econômicos, caso o município tenha
regressão para a bandeira cinza na classificação do Prosseguir- Programa de Saúde e
Segurança na Economia, que avalia o alto grau de contaminação nos municípios.

A chegada de mais um feriado, 3 de junho, gera ainda mais preocupação. Os promotores
ressaltam que se as pessoas continuarem se aglomerando, saindo sem necessidade, a
tendência é agravar a situação da pandemia.
Por fim, o alerta é para que as pessoas continuem usando máscaras, evitem
aglomerações, festas que seguem proibidas, e cumpram o isolamento domiciliar, em
caso de testagem positiva para a Covid-19.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *