Povo protesta contra senadora do MS em Redes Sociais e pede sua cabeça para a próxima eleição

Protestos tem tomado as ruas, rodovias, redes sociais e nomes de  velhos políticos que permanecem no Poder tem aparecido como aconteceu no último final de semana, com a senadora Simone Tebet (MDB – MS), chamada de vergonha do MS.

Simone Tebet, filha de Ramez Tebet e que tem aparecido na grande mídia devido a CPI da Covid19, é um dos nomes que a população Sul  Matogrossense vem repudiando e pedindo por sua cabeça nas próximas eleições.

Tebet foi prefeita em Três Lagoas e foi a responsável por levar a empresa de lixo, Financial para Três Lagoas, aonde há mais de 10 anos existe uma suposta máfia com valores exorbitantes cobrados pelo serviço de coleta, e que já foi alvo de duas cpi’s na cidade. A empresa Financial é “co-irmã”da Solurb em Campo Grande na qual também é investigada por corrupção no mandato de prefeito do também senador Nelson Trad (PSB), que foi prefeito de Campo Grande e também é investigado por envolvimento suspeito com a Financial.

Simone Tebet, está há 7 anos no poder como senadora, foi eleita em 2015. Sua vida política n MS, é larga já atuou como vice-governadora na época do mandato de governo de André Puccinelli no Estado, foi prefeita de Três Lagoas e já ocupou cargos de confiança no Senado, mas sua extensa ficha política no MS parece estar com dias contados se depender dos eleitores em 2022.

Em Três Lagoas foi prefeita, mas a população chegou a vaiar em evento público cansados de “corrupção e investigações que perduram até hoje na justiça envolvendo seu nome em possíveis “falcatruas” durante gestão dela e de sua prima Márcia Moura com os contratos ao serviço de coleta de resíduos. Há mais de 15 anos a Financial exerce o trabalho com exclusividade para a terceira maior cidade do MS.

Morador da cidade que prefere não se identificar falou sobre a senadora que tem sido alvo nas Redes Sociais. “Sabemos que ela foi a pioneira em trazer esta empresa investigada por contratos ilícitos para a nossa cidade e que estranhamente, entra e saí licitação e a mesma sempre ganha. Ela é a mãe da corrupção, se assim podemos apelidar em nossa cidade que vem sofrendo com impostos altos e má gestão administrativa. Tenho medo de perseguição, por isto não revelo o meu nome, mas afirmo que ela foi uma vergonha para a cidade e continua fazendo papel de cobaia na CPI da Covid, deixando o legado Tebet na lama”, desabafou ex-servidor público que serviu na época em que Simone foi prefeita.

A redação procurou a Senadora, para saber sobre ataques nas Redes Sociais quanto a sua pessoa, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *