Vereadora luta por entrada gratuita para população em Balneário da cidade

O turismo no Estado é um dos seguimentos fortes e que atraí visitantes e muitas cidades possuem belezas naturais como Balneários Municipais usados também para oferecer para a população uma forma de laser e qualidade de vida como se é visto em cidades como: Bonito, Jardim assim como outras cidades como Presidente Epitácio e Ilha Solteira dentre outras cidades, e a vereadora Sayuri Baez (REPUBLICANOS), tem trazido o debate para Três Lagoas, afim de proporcionar este direito para a população moradora da cidade.

O tema vem sendo debatido na Casa de Leis da “Cidade das Águas”, Três Lagoas, e na última semana a parlamentar esteve em Ilha Solteira junto com o prefeito para entender como é feito já que lá, moradores são isentos da taxa de cobrança para usar o Balneário local.

” Eu como Vereadora, mesmo enfrentando todos os obstáculos, vou preparar um Projeto de Lei e lutar pelos direitos ao lazer nessa cidade!!! O direito ao lazer é um direito previsto na Constituição Federal, no Estatuto da Criança e do Adolescente e no Estatuto do Idoso.Ou seja, é uma ordem para o Estado e a Administração pública desta cidade proporcionar a todos a satisfação desse direito. Seguindo esta ordem legal, venho em defesa e levantar a bandeira de que o uso do Balneário Público Municipal de Três Lagoas é a personificação do direito ao lazer a população três-lagoense, que, mais do que ninguém tem direito ao acesso gratuito ao balneário, que é um dos principais pontos turísticos desta cidade. Sabemos que o valor de cinco reais cobrados por pessoa não faz diferença com relação ao orçamento para pagar os gastos de manutenção do balneário, mas em contrapartida é o ponto crucial para a garantir à família o acesso ao lazer que o local proporciona. Para uma família grande, fica inviável gastar com o bilhete de entrada, com esse valor já daria para comprar o alimento, o refrigerante, o picolé da criançada….”, explicou Sayuri Baez.

Atualmente o Balneário Municipal da cidade de Três Lagoas, cobra uma taxa para moradores no valor de R$5 reais e para aluguel dos quiosques R$45 reais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *