Desembargador solta vereadores de Dourados presos durante sessão extraordinária

O habeas corpus concedido aos vereadores de Dourados presos na ultima sexta (30), foi dado na manha deste domingo (1), pelo desembargador Divoncir Schreiner Maran que mandou soltar os vereadores Cirilo Ramão (MDB) e Pedro Pepa (DEM).

Porém, a decisão determina que eles permaneçam “afastados de qualquer espécie de função e cargo público, em especial, da função de vereador, até o final da instrução processual”.

Ambos ficam ainda obrigados ao comparecimento a todos os atos do processo, sempre que intimados, e não poderão deixar a Comarca de Dourados por prazo superior a sete dias, sem prévio consentimento do juízo de origem. Ambos são suspeitos como Alvos da Operação Cifra Negra, que apontou supostas fraudes licitatórias na Câmara de Dourados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *