Estudante AUTISTA tem seu direito “caçado” pela UFMS e FAPEC de fazer prova do PASSE

Na manhã deste domingo (8), outro descaso com  as famílias de autistas aconteceu na CAPITAL do Estado envolvendo a UFMS e a FAPEC (Fundação de Apoio à Pesquisa ao Ensino e à Cultura), a mesma Organização contratada por milhões pela prefeitura de Três Lagoas para realizar concursos públicos dentre outros, envolvida em uma investigação por irregularidades  junto a prefeitura de Três Lagoas.

Durante a aplicação da prova do “PASSE”, em Campo Grande, processo para que estudantes façam prova de habilitação para o ingresso na UFMS, desconsiderou professo auxiliar para acompanhar uma estudante autista na prova. Segundo sua mãe, toda a documentação necessária para que a menina de 15 anos tivesse o acompanhante foi ignorada e quando elas chegaram no local a menina não pode fazer a prova.

Devido o autismo a menina, quando nervosa, pode ter surtos nervosos, por isto há a necessidade do acompanhante, que esta previsto na LEI. A mãe ficou surpresa que a universidade não cumpriu a lei e não avisou com antecedência que não teria o auxiliar na prova.

Outra irregularidade ocorrida por parte da FAPEC foi não aceitar o RG antigo, quando a pessoa  menor de 7 anos de idade.

Houveram casos como este de que o estudante apresentou o RG de quando era criança, com os dados dos pais e todos os números necessários, mas que a FAPEC não permitiu que fizesse a prova. Já que o documento foi apresentado! Esta situação também está gerando polemica e com razão afinal o documento “RG” original com foto foi apresentado.

A FAPEC não quis se manifestar para a reportagem do Campo Grande News sobe o assunto e buscamos contato com a UFMS que também não atendeu as ligações.

Esta prova teve no MS mais de 7 mil candidatos se inscreveram para o exame. As provas tiveram a duração máxima de 4h30 e foram realizadas também nos municípios de Aquidauana, Chapadão do Sul, Corumbá, Coxim, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas.

O Programa de Avaliação Seriada Seletiva é uma das novas formas de ingresso na UFMS, que ao invés de medir o aprendizado dos candidatos em uma única prova, medirá o aprendizado ao final de cada ano do ensino médio.

3 thoughts on “Estudante AUTISTA tem seu direito “caçado” pela UFMS e FAPEC de fazer prova do PASSE

  1. Boa tarde!

    Vocês não colocaram na reportagem o que aconteceu com os candidatos que foram excluído da prova porque portavam o REGISTRO DE IDENTIDADE MENOR DE 7 ANOS, a FAPEC NÃO ACEITOU O RG DESSES CANDIDATOS COMO DOCUMENTO OFICIAL. ENTÃO SE RG NÃO É RG? O QUE ESSES ADOLESCENTES SÃO PERANTE A SOCIEDADE?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *