Governo divulga como deve ser o manejo de mortos com coronavírus no MS

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES-MS) definiu diretrizes para o manejo dos casos de óbito de pessoas com coronavírus (Covid-19) – infecção suspeita ou confirmada. Voltadas aos profissionais da área, as regras estão listas por meio de decreto publicado no Diário Oficial do Estado (DOE-MS) desta segunda-feira (23).

Conforme o documento, é considerado caso confirmado aquele com diagnóstico da infecção pelo Covid-19 por exames laboratoriais. Já o caso suspeito é entendido como aquele que tenha apresentado síndrome respiratória aguda grave ou com histórico clínico compatível com a infecção.

Os casos de óbito com confirmação laboratorial da infecção deverão ter a Declaração de Óbito preenchida com “Infecção por Coronavírus – Covid-19” como causa básica do óbito.

Já em casos de óbito com infecção suspeita, o material biológico deverá ser coletado para a realização de exames no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública de MS) ou em outro laboratório designado pela SES.

Nos casos de óbito com infecção suspeita está autorizada a realização de autopsia verbal, mediante a aplicação de questionário a ser disponibilizado pela Secretaria de Estado de Saúde.

Mais detalhes sobre o decreto assinado pelo secretário Geraldo Resende podem ser conferidos na página 9 do Diário Oficial do Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *