Laboratório da UFMS aguarda climatizadores e exaustor e vereadora traz tema à tona

       

Durante a sessão da Casa de leis de Três Lagoas da última quarta-feira (14), um assunto muito pertinente aos dias de hoje foi levantado pela vereadora Sayuri Baez (REPUBLICANOS), que pediu aos demais parlamentares que ajudem a cobrar e verificar o que juntos podem fazer para que o laboratório da UFMS referência nacional em pesquisas possa estar pronto para atender as demandas de testes de Covid19, além das pesquisas científicas avançadas sobre os vírus mutantes. Obra esta anunciada pela imprensa do Estado que em 2020 estaria finalizada, mas já se passou um ano e foi concluída há uma semana, porém falta climatizadores e um exaustor no local para que possa funcionar para o público.

A reportagem do Rede News MS.com.br procurou a vereadora que trouxe o tema que há um ano havia sido noticiado pela imprensa e o tema diante tantos outros assuntos sobre covid19, acabou sendo esquecido. “Eu estive na UFMS, nesta semana e tive uma aula com o professor e pesquisador   Édis  Beline Junior  para saber sobre o laboratório que desde o ano passado 2020 estava em obra e como noticiado seria referência no MS para ajudar na demanda da realização de testes rápidos e pesquisas relacionadas a COVID, mas que  foi finalizado mas ainda falta climatizadores e um exaustor. Além da economia e da rapidez em salvar vidas, pergunto porque ainda não foi resolvido, por isto trouxe o tema para a Câmara. Hoje todos os exames colhidos aqui são levados para Campo Grande, e com o laboratório funcionando daria para atender mais de 60 exames por dia com resultados em 24h, assim aliviando também os demais laboratórios da Capital usados nesta luta contra o Covid-19 .Deixo o meu clamor para que autoridades possam agilizar o que falta para que possa atender as demandas necessárias em prol da nossa população”, explicou a vereadora que durante a sessão remota da última quarta-feira (14), fez um apelo aos demais parlamentares para que seja resolvida as pendências necessárias.

O JORNAL MIDIAMAX trouxe em 2020 a matéria que anunciava o laboratório como uma obra e investimento que ajudaria nesta guerra contra o vírus que vem matando em massa no MS e que também contaria com a parceria da prefeitura de Três Lagoas.

Conforme a matéria do site da Capital o laboratório passaria por etapas de certificação feira pelo Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública), que disponibilizaria as diretrizes para que as análises fossem desenvolvidas dentro do que é exigido. O setor contaria com ART (Anotação de Responsabilidade Técnica), que é emitida pelo Conselho Regional de Biologia para regulamentar as emissões de laudos de exames moleculares do vírus.

Na matéria publicada em 23 de abril de 2020, eles anunciaram que conforme coordenador da ação, professor Édis Belini Junior, as adaptações que estavam sendo feitas em parceria com a prefeitura da cidade, pois no município não há laboratório público ou privado para o tipo de análise.

https://www.midiamax.com.br/cotidiano/2020/laboratorio-da-ufms-de-tres-lagoas-sera-usado-para-diagnostico-e-pesquisa-de-coronavirus

Durante a sessão o vereador e atual líder do prefeito, o vereador Tonhão tentou explicar e dizer que estava a par do assunto, mas tal tema nunca havia sido abordado em uma sessão ordinária. Após o apelo feito o presidente da Casa de leis, o vereador Cassiano Maia se comprometeu verificar o que a Casa de leis poderia fazer em relação ao assunto trazido, já que é de extrema importância dentro do que a cidade enfrenta em relação ao covid19.

 

One thought on “Laboratório da UFMS aguarda climatizadores e exaustor e vereadora traz tema à tona

  1. Olha que coisa mais inquietante o que a matéria diz: “há um ano havia sido noticiado pela imprensa e o tema diante tantos outros assuntos sobre covid19, acabou sendo esquecido”. Como algo que ajudaria nesta situação do COVID poderia ficar “esquecido”? Sinceramente não acredito que neste caso tenha sido falta de competência…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *