Paulo Veron pede por economia e pede atenção em novidades na lei contra corrupção com licitações

Dr Paul o Veron (Solidariedade),  trouxe na sessão desta segunda-feira (19), que no dia 14 de abril, mais R$40 mil reais foram pagos, num total de R$ 440 mil reais pagos a empresa de propaganda Agilitá, e pediu que os dados sobre valores fossem apresentados no Portal da Transparência da Casa de leis, o que não vem sendo especificado sobre valores pagos de forma específica a cada veículo de comunicação da cidade.

Pediu que o portal de transparência da Casa mostrava os valores que cada empresa recebe. ” Eu pediria que a Casa de Leis providencie este registro de informação presente na lei que obriga os valores que são pagos par cada empresa.”falou o vereador que vem acompanhando de perto tal pedido.

Na mesma sessão o parlamentar também apresentou um documento que recebeu do MPE sobre um procedimento que fará dentro da Câmara. “O ministério Público irá questionar os parlamentares sobre os valores pagos para cada veículo e que o documento chegará e vai pedir o procedimento feito deste contrato das empresas de comunicação com a Casa de Leis. A população também quer saber se o orgão de imprensa está fazendo jus pela empresa que faz. É interessante que a população tenha o conhecimento. Desta vez o cidadão Paulo Veron acredita que cada propaganda publicada de uma página inteira é desperdício ja que comparada com outros Poderes até com mais poder aquisitivo fazem anúncios menores, assim poupando mais ” Trouxe o Paulo Veron.

O presidente da Casa, Cassiano Maia falou sobre o assunto e afirmou estar poupando já que eles tem R$1 milhão para gastar com publicidade e foram R$ 440 mil aproximadamente.

Durante sua fala o vereador citou sobre o dispositivo no código penal brasileiro sobre fraudes de licitação. Agora consta no código penal e que cabe aos vereadores se aprofundarem nas novas leis citadas em uma matéria sobre a OAB e leis contra crimes em licitação.

O vereador no uso da palavra fez o requerimento ao secretário Tabone pedindo a conta de luz da fAZENDINHA sobre o uso do local nos últimos meses.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *