MS gastou R$ 490,574.595,79 com a Saúde no primeiro quadrimestre do ano

A audiência pública para o detalhamento dos gastos o primeiro quadrimestre do ano devido os gastos em Saúde no geral e com o Coronavírus no Estado. A Audiência foi proposta pelo presidente da Comissão de Saúde da Casa de Leis, deputado Antônio Vaz (Republicanos), e realizada de maneira remota a partir do Plenário Deputado Júlio Maia, na última quinta-feira na Assembleia Legislativa, que contou com explanações do secretário de Saúde do Estado, Geraldo Resende.

De janeiro a abril, foram empenhados R$ 612.419.853,30 milhões, dos quais R$ 490,574.595,79 referem-se à liquidação e R$ 431.663.261,82 já foram pagos. Do total dos desembolsos, 91% provêm de recursos próprios do Estado, 2% são de recursos federais e os demais referem-se a recursos do BNDES, arrecadação direta e convênios.

A pandemia do novo coronavírus foi um dos destaques da audiência. De acordo com as informações prestadas pela equipe técnica da SES, até abril foram pagos R$ 22,6 milhões em ações relacionadas à prevenção e combate à doença. “Hoje a preocupação é constante para cessar o surto e fazer monitoramento de todos os casos para que tenhamos controle sobre eles”, explicou o secretário de Saúde do Estado, Geraldo Resende.

O comandante da pasta afirmou que mais de 50 ações foram feitas em relação à pandemia, entre as quais criação de comitê de operações, contingência, barreiras sanitárias, fechamento de fronteiras, regras de isolamento social, teletrabalho e suspensão de aulas presenciais. “Montamos uma rede de apoio com a construção de mais de mil leitos clínicos e tivemos um acréscimo de 43% nos leitos de UTI das regiões e microrregiões de saúde do Estado”, acrescentou Resende.

Além disso, o secretário também destacou ações conjuntas entre os Poderes e entes da Federação para o enfrentamento da pandemia. “A União postergou o pagamento da dívida do Estado, o que possibilitou recursos adicionais. Tivemos também recursos repassados por conselhos de saúde e emendas parlamentares de 20 milhões para ajudar municípios. Tudo foi repassado”, detalhou.

Agência ALEMS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *