Presidente da Câmara será investigado por suspeita de quebra de decoro parlamentar em Figueirão

Na última sessão ordinária da Câmara Municipal de Figueirão, (25), os vereadores aprovaram a abertura da CPI contra o presidente do Legislativo Municipal, o vereador Antônio Azevedo Nabhan, por suspeita de quebra de decoro e infração político-administrativa. Nabhan teria supostamente oferecido vantagem pessoal para que o técnico em agropecuária Alex Pereira da Rocha, mais conhecido como Alex Bicheiro, não saísse candidato a vereador em troca de emprego na Prefeitura. Alex, recusou a proposta e encaminhou o caso à Câmara.

Os vereadores tentaram aprovar em uma sessão anterior, mas o presidente da Casa, que é o alvo da investigação conseguiu retardar a votação com algumas movimentações jurídicas, mas que logo foi contornada, assim conseguindo as assinaturas necessárias. Nabhan tem sido acusado pela população de perseguições e coações políticas. Ele seria o nome escolhido pelo atual prefeito para concorrer a vaga para prefeito pelo PSDB, mas filiados do partido não aprovam e nem começou a eleição e o partido está rachado.

Por maioria de votos, foi decidido pelo recebimento da denúncia. Foram a favor: Paullyane (PTB), Ronis Silva (PTB), Luciene Teodora (PTB), Carlos Pereira Ramos (PSDB) e Flávia bravo (PSDB).

Votaram contra Edegar Lima (PSDB), Marcelo Martins (PSD) e Tiago Pernambuco (PSD).

Nabhan poderá ser afastado caso a comissão processante formada pelos vereadores:vereadora Paullyane (PTB), como presidente, Flávia Bravo (PSDB) como relatora e Marcelo Martins (PSD) como membro, comprovarem as irregularidades apresentadas. A denuncia também foi apresentada no Ministério Público que também investiga o caso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *