Vereadores recorrem ao PROCON e Sanesul confirma cortes de água

A população de Três Lagoas vem reclamando e denunciando nas redes sociais já há mais de duas semanas contra os cortes de água e luz nas residências da cidade durante a pandemia. Devido Três Lagoas ter pedido estado de calamidade pública e haver uma lei de autoria do vereador Marcus Bazzé, em vigência para que até o fim da pandemia não ocorresse cortes, os vereadores falaram nesta sessão (14), sobre as providências que foram tomadas devido as denuncias.

Os vereadores Tonhão, David e Silverado estiveram no PROCON. “Fomos até o  PROCON com a íntegra da LEI e o descumprimento da lei do corte de água e de luz. Até a última quarta-feira o PROCON não havia recebido o pedido de denúncias do descumprimento da lei, que é o não corte de luz e água enquanto perdurar o estado de PANDEMIA~explicou o vereador Tonhão.

A Elektro avisou que as contas de janeiro a março estão sendo cortadas nas empresas e comércios da cidade e não nas residências. Já a Sanesul de forma oficial anunciou que está cortando a água sim, na cidade. Nesta terça -feira (14), o diretor do PROCON afirmou que apenas três reclamações durante o corte de água chegou e tem sido ventilado nas Redes Sociais.
O projeto de lei de autoria do vereador Bazzé  pedia que não houve corte até o final da pandemia. O vereador Bazzé pediu que o PROCON tome as medidas cabíveis nestas três denúncias de corte apresentadas. “Todas as empresas têm os meios legais, através do meio judiciário e no meio da vigência da lei municipal a empresa deveria agir de outra forma. Aciono que o jurídico da Casa de Leis possa emitir um mandado preventivo nos cortes de luz~destacou o vereador Bazzé sobre sua lei que seja respeitada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *