Jovem de 20 anos após suposta negligencia se vê obrigada a amputar os dedos

Na ultima segunda feira (25), uma fatalidade mudou o destino da jovem, Lyandra Galli, 20 anos, que ajudava a família com a arte de fazer empadas e salgados. Atualmente a moça morava em Campo Grande e veio para Três Lagoas para ensinar uma pessoa que ajudaria o seu avo no feitio dos salgados que hoje e o sustento da família.

O que ninguém esperava foi que devido a alta velocidade da maquina, Lyandra teve os dedos presos na maquina. Ela contou que lúcida apertou o botão de emergência da maquina com o cotovelo e após terem resgatado sua mão, logo ela foi encaminhada para a UPA (Unidade de Ponto Atendimento), aonde foi socorrida e após demora do SAMU, chegou ao Hospital Auxiliadora, aonde sem ela entender o porque, esperou mais de cinco horas para entrar para a cirurgia de emergência. Ela falou da dor que passou por horas aguardando atendimento.

Ela contou que o medico que a operou falou que teria que amputar devido a demora do atendimento ter feito parte do tecido necrosar. O medico que a operou segundo a moça, a liberou para que em Campo Grande ela desse continuidade aos tratamentos pos cirúrgicos, mas não foi o que aconteceu e desesperados os familiares contam com ajuda da venda das empadas, para que a menina retorne para Três Lagoas para poder realizar os próximos procedimentos que segundo a mesma talvez terá que fazer uma outra cirurgia.

O caso chegou através de grupos de whatsapp que compartilharam o caos que esta família esta vivendo, com  mensagem do irmão. “Oi Gente! Minha irmã Lyandra Galli sofreu um grave acidente de trabalho essa semana e infelizmente teve um de seus dedos amputado. Por negligência do hospital o membro está necrosado e possivelmente terá que fazer mais uma cirurgia e retirar mais uma parte do membro. Estamos passando por uma situação muito difícil e com custos altos entre remédios, exames e viagens constantes desde então… Para ajudar, as outras irmãs e o avô estão vendendo empadas e empadões. Era a arte que a Lya tinha como profissão e eles estão a frente… Quem provou sabe que é uma delicia e quem puder ajudar comprando, não vai se arrepender…Eles entregam e tem vários sabores!! Peço encarecidamente que compartilhem essa msg para nos ajudar se possível!”, encerra a mensagem cheia de emoção, deste irmãos que com a ajuda de amigos espalhou a msn por diversos grupos da cidade.

Quem puder contribuir comprando as empadas, a família Galli agradece para que tão logo Lyandra retorne e faça os procedimentos necessários em Três Lagoas.

Contato para pedir as empadas, cel 67 993046856 ou 67 991832461.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.