Cassiano Maia aprova durante recesso aditivo de R$1.850.000,00 em contrato com agência de publicidade

Mais um escândalo envolvendo a Casa de Leis de Três Lagoas veio a tona nesta sexta-feira (22), após matéria aprovada e divulgada no Diário Oficial do MS na última quarta-feira (20), cair no colo da população que também foi pega de surpresa, afinal a Casa de leis está em recesso parlamentar, e as sessões voltam em 1 de fevereiro.

A matéria do aditivo milionário aprovado pelo novo presidente da Casa de Leis, Cassiano Maia, mostrou que os desmandos continuarão e os desperdícios milionários como o aditivo para mais 6 meses com a empresa de publicidade Agilitá Propaganda e Marketing LTDA no valor de R$R$1.850.000,00  ( um milhão e oitocentos e cinquenta mil reais) perpetuará. Esta aprovação foi mais um aditivo neste valor, já que o contrato já existia na Casa, mas perpetuará por mais 6 meses e mais caro.

A edição número 1 do  jornal Rede News MS trouxe os gastos da prefeitura de Três Lagoas em 2020 com a mesma contratação milionária com a publicidade.

A reportagem tentou contato com o presidente da Casa de Leis, nesta noite, até o fechamento desta mas sem sucesso.

O único vereador que tomou frente e de forma independente e do lado do povo que se posicionou contrário e surpreso com o aditivo realizado pela Casa de Leis com um valor que daria para ser usado pelo Poder Executivo asfaltar ruas dentre outros benefícios em prol da cidade, chocou o vereador do Solidariedade, Paulo Veron que usou a sua Rede Social e deixou claro que não foi consultado sobre a aprovação deste contrato.

A população se manifestou nas Redes Sociais e foi o assunto desta sexta-feira (22), sobre o recesso parlamentar que está tomando atitudes importantes como contratações de aditivos milionários sem a votação da Casa

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *