Educadores aderem a paralisação em Três Lagoas

a Paralisação contra medidas do Governo em relação aos Educadores resultou em uma greve nacional, na qual em Três Lagoas os educadores tomaram as ruas em protesto, na manhã desta terça-feira (13) iniciada na avenida Filinto Muller.

O Sinted (Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Três Lagoas e Selvíria), trabalhadores da educação e alunos das Redes Estadual e Municipal de Três Lagoas realizam manifestação na área central da cidade contra a reforma da Previdência e contra o corte de verbas na Educação e parte das instituições municipal e estadual aderiram a greve,

Levando faixas e cartazes pediam por justiça salarial e criticavam o Governo Federal.

A Paralisação Nacional foi deliberada, por unanimidade durante a assembleia e o principal objetivo é a luta contra a Reforma da Previdência, na qual tira o direito da aposentadoria dos brasileiros, e também os cortes na Educação Pública Básica e Superior, realizado pelo Governo Federal neste ano.

Uma professora falou sobre a importância da paralisação. ” Eu entendo que e o momento de nos professores lutarmos por toda a Educação. Nos estamos tentando mostrar que e necessário que mostremos nossos pontos de vista” Maria Aparecida de Almeida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *