Galpão investigado por armazenar lixo hospitalar fecha misteriosamente

A ONG Gestores ambientais de Três Lagoas denunciou para a PMA (Policia Militar Ambiental), um galpão localizado na avenida Clodoaldo Garcia, após receber a denuncia de moradores do local que falaram sobre o cheiro de carniça e caminhões e encostavam em dias seletos.

O caso aconteceu na quarta (16), por volta das 17h. A reportagem estava no local, mas a pedido dos policiais da PMA não pudemos tirar fotos do local e dos tambores repletos de lixo hospitalar armazenados em tambores pretos, que estavam sendo colocados em um caminhão.

Na hora não foi apresentado documento de permissão de uso do local e a PMA deu uma advertência e passou  ocaso para a Secretaria de Meio Ambiente.

O curioso foi que o local anoiteceu com pertences e o escritório funcionando ativamente e não amanheceu. O local agora esta vazio tem na fachada  com uma placa de aluga.

Segundo comerciantes da redondeza o local havia sido locado para uma empresa de peças hidráulicas e estranharam o sumiço repentino, já que um popular comentou que a locação do local ocupado pela empresa que estava fazendo a coleta de lixo hospitalar da cidade e armazenando em um local sem licença, estava devendo a locação para o  proprietário do local.

Segundo o denunciante a PMA não entregou a documentação da notificação e fotos pedindo que seja entregue uma justificativa para tal solicitação.

A reportagem procurou  Secretaria do meio Ambiente de Três Lagoas, mas não obteve sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *