Guerreiro não paga imóvel e Justiça obriga desconto de 30% em seu holerite como prefeito

A juíza Janine Rodrigues de Oliveira Trindade, da 1ª Vara do Juizado Especial Cível e Criminal determinou que o prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro (PSDB), quite uma divida no valor de R$ 20.386,06, originada de locação de imóvel. Como a ordem dada em 2019 não foi cumprida ela indeferiu o pedido dos advogados e determinou que seja descontado 30% de seu salario.

De acordo com o processo de número 0001766-81.2010.8.12.0114, de Execução de Título Extrajudicial, a primeira determinação ocorreu no dia 12 de agosto de 2019, mas o prefeito recorreu mas a Juiza não aceitou a justificativa.

Dono de Rancho na beira do rio Sucuriú, chácara avaliada no valor de aproximadamente R$800 mil reais no distrito do Arapua, o atual prefeito terá que contar com valor mensal menor  em seu holerite ate quitar o valor do imóvel penhorado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *