Reposição das aulas perdidas na Rede Municipal de ensino não passa de “simulação”

O atraso da contratação e exoneração de professores na Rede Municipal de ensino da terceira maior cidade do MS, ocorrida por questões políticas e da Justiça acarretou no prejuízo aos alunos que iniciaram as aulas apenas em 2 de Março porque os pedidos de concessão de medidas liminares não haviam sido apreciados pelo juízo competente.

Devido ao atraso os alunos terão que repor as aulas aos sábados e em dias que seria “emendas” ou as chamadas “pontes” nas vésperas de feriados, por causa dos dias perdidos de ensino, mas infelizmente esta e mais uma noticia FAKE, porque na prática as escolas estão vazias e professores declararam que não darão matérias com o numero pequeno de alunos.

Uma mãe de uma escola localizada nas proximidades da Lagoa Maior, que não quis de identificar, por medo de perseguição, afirmou que a professora de seu filho  disse que não vai aplicar matérias para depois ter que repetir com a sala de aula completa, então será dada apenas atividades extra curriculares.

Alunos especiais também não contarão com a reposição porque os estagiários contratados pela administração  não trabalham em finais de semanas e feriados.

Com isto a reposição das aulas perdidas acaba não sendo realizada de fato e as crianças são as mais prejudicadas.

A reportagem entrou em contato com a secretaria de Educação, mas não obteve retorno.

A imagem está com a proteção  para proteger a identidade dos alunos presentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *