Vereador pede o “afastamento” de presidente e vice-presidente da Casa de Leis durante investigação do MPE

Vereador Dr.Paulo Veron (solidariedade), de Três Lagoas nesta sessão ordinária da Casa de Leis aberta nesta segunda-feira (2), apresentou o retorno recebido do promotor do Ministério Público Estadul, Fernando Lanza que por também aparecer em uma denúncia anônima feita cotra a presidência da Casa de Leis junto diretoria envolvidos em suposta máfia e rede interna de corrupção envolvendo a mídia local e autoridades da Casa de Leis da cidade,  pediu o afastamento para que outro promotor conduza o caso.

O vereador Paulo Veron trouxe esta informação e pediu também que o presidente e vice-presidente da Casa de Leis, no caso o vereador Cassiano Maia ( PSDB), e o vereador Sargento Rodrigues (DEM), citados  também fossem afastados de suas funções na Câmara durante a investigação.

A fala do vereador do Solidariedade causou confusão e o vice-presidente, Sargento Rodrigues  reagiu ao pedido de forma intensa e aos gritos dizendo. “É assim que será então? Conduzidos com denúncias anônimas?”, afirmou Sargento Rodrigues em tom ameaçador.

Veron vem pautando seu mandato na investigação e divulgação do uso exagerado com pagamentos altíssimos para a imprensa local, sendo na qual questiona a transparência já que no Portal da Transparência da Câmara os valores não são exibidos e fica em aberto os valores pagos para cada veículo de imprensa. Assim deixando a desejar e não cumprindo o papel de transparência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *